S Logo
 Dicionário
 Aberto e colaborativo
 Página principal

Dicionário aberto de Espanhol de Felipe Lorenzo del Río



Felipe Lorenzo del Río
  3444

 ValorPosição
Posição88
Significados aceitos34448
Elenco de votos3404
Votos para o significado0.145
Consultas576047
Consultas para o significado1745
Feed + Pdf Siga as atualizações do dicionário Felipe Lorenzo del Río através deste feed usando qualquer um dos leitores de feeds livres existentesSiga as atualizações do dicionário Felipe Lorenzo del Río através deste pdf usando qualquer um dos leitores de pdfs livres existentes

"Estatísticas atualizadas em 5/24/2022 11:49:39 AM"




Significados ordenados por:

xanteína
  7

Do adjetivo grego xanthos, amarelo. Substância de corante amarelo extraída de algumas plantas e líquens como xanthoria parietina ou parmelia parede, que na minha terra também é encontrada na casca envelhecida de cinzas, nozes ou árvores negras e em rochas expostas aos elementos.

  
que si patatín, que si patatán
  8

Locução coloquial com a qual a verbiage, a conversa, a conversa e conversa com pouca base sem chegar ao coração é denunciada. Também é usado para simplificar e terminar uma narrativa mais ou menos pura ou enumeração à maneira dessas outras expressões: que isso do que o outro, e tal e assim, e tumba e tamba, e assim por diante, aqui e ali. . .

  
grogueta
  12

Groguet feminino, valenciano diminutivo de groc, amarelo. Cerveja artesanal dedicada aos torcedores do Villarreal, o submarino amarelo, que também são chamados de groguets, que hoje estão festejando, assim como os fãs do Real.

  
vetusta
  13

A cidade de Regenta de Clarín. Uma cidade antiga, como o nome sugere, de moralidade hipócrita e puritana, dominada por uma aristocracia decadente e um clero corrupto, um reflexo da sociedade provincial espanhola do século XIX.

  
almogrote
  11

Canarismo herdeiro do almodrote. Massa gomera que une mojo picón e queijo de cabra duro e ralado. Este patê é uma das delícias gastronômicas de La Gomera que acrescentou ao almodroto medieval que o Sefardita ainda elabora os tomates e pimentas trazidos da América no século XVI.

  
heftalita
  5

Povos nômades chamados pelos gregos antigos. Um dos ramos dos hunos originários da Ásia Central que os bizantinos chamavam de hunos brancos, não tão feios quanto os europeus. A partir do final do século IV, eles expandiram-se para o sul dominando o norte da Índia e para a Pérsia. Na segunda metade do século VI, eles foram eliminados pelo Göktürk, outro grupo de povos nômades da Ásia Central.

  
blemias
  11

De acordo com Plínio, o Velho e a tradição mitológica romana, raça de homens sem cabeça com olhos e boca em seus peitos que teriam vivido em tempos antigos na área do Sudão e da Etiópia. O mito surgiria das vestes guerreiras dos Blemios, Blemites ou Bleminges, um povo nômade que habitava a partir do segundo milênio a.C. C . no Alto Egito e Núbia.

  
coeli
  9

Genitive singular de coelum, variante ortográfica de caelum, céu. Também pode ser o plural nominativo ou vocativo porque embora coelum ou caelum em singular é neutro, no plural é masculino: coeli coelorum .

  
ser de fiar
  10

Merece confiança, ser digno da confiança dos outros com base no próprio humor ou comportamento, ter credibilidade com eles.

  
proterozoico
  10

Dos proteros gregos, primeiro e zoon, ser vivo. Período geológico pré-ambriano de cerca de dois bilhões de anos, antecedendo o Phanerozoico e pós-Arcaico. No início desse período, cerca de dois bilhões e meio de anos atrás, (milhões para cima, milhões para baixo porque aqui os cientistas não podem sintonizar muito), as primeiras formas multicelulares de vida apareceram e a concentração de oxigênio na atmosfera aumentou. As formas unicelulares começaram há cerca de quatro bilhões de anos. E como a vida começou? Ah! Boa pergunta.

  
aria
  10

Ar em italiano. Peça musical nascida no Renascimento cantada por um solista, geralmente com acompanhamento da orquestra e integrada a uma grande obra como uma ópera. Os compositores italianos como Donna è mobile de Verdi ou Bach são bem conhecidos. Mas por esta época eu vou ficar com Dido's Lament, (quando eu for colocado na terra), na ópera dido e Eneias pelo compositor inglês Henry Purcell. Uma preciosidade.

  
venciolos
  10

Castiliano velho ou literário ou da minha terra no noroeste. Já dissemos que pronomes enclíticos (aqueles que são anexados após o verbo formando uma única palavra) são usados com o infinitivo, o imperativo e o gerúndio. Com as outras formas verbos devemos usar os proclíticos, ou seja, aqueles que precedem o verbo formando então duas palavras. Portanto, devemos dizer: Ele os derrotou, derrotou-os, subjugou-os, subjugou-os, superou-os.

  
eclampsia
  14

Termo médico derivado do eklampo grego: brilhar, inflamar, mostrar- se. Doença hipertensiva da gravidez que às vezes aparece abruptamente como um raio, como os antigos disseram. No entanto, há sempre sinais de pré-eclâmpsia. Em situações mais graves, podem ocorrer convulsões e coma.

  
tercera de picardía
  7

Recurso harmônico já utilizado no Renascimento e especialmente no barroco, pelo qual uma peça musical de chave menor termina em acordes principais. É também chamada de terceira picarda pela região francesa de Picardy, onde era frequente na música popular.

  
sxe
  2

Acrônimo do movimento Straight Edge, nascido na subcultura do Hardcore Punk nos EUA nos anos 80, que promove uma vida limpa de álcool, drogas e sexo promíscuo com atitudes ecológicas, vegetarianas e libertárias. O X central é o símbolo que eles colocaram na parte de trás de suas mãos, porque no início os membros menores de idade de uma banda musical foram marcados assim para não fornecê-los com álcool. A Borda Reta de Madrid disse há alguns anos: a liberdade não está bêbada, não é fumada, não é farejada. A liberdade é conquistada. Eles tiveram problemas com a justiça por causa da lei da mordaça.

  
panneggio bagnato
  3

Técnica escultórica de panos molhados que representa a anatomia humana insinuada pelas dobras de roupas finas aparentemente molhadas, criando obras de grande plasticidade como acontece nos Ceifadores Sombrios das Fídias do Partenon ou na Vitória da Samotrácia. Também podemos admirar essa técnica na Verdade Velada de Antonio Corradini e no Cristo Velado de Giuseppe Sanmartino, ambos do século XVIII.

  
padania
  5

O neologismo italiano usado a partir dos anos 80 principalmente pelos partidos da independência do norte para designar a planície do Po (Padus em latim) entre os Alpes e os Apeninos e áreas próximas do norte da Itália. Hoje eles não pedem mais independência, mas para o federalismo e maior autonomia fiscal.

  
muña
  7

Como um colega aponta, na minha terra astúria alistana, a muña era a palha muito pequena da época quando remestode cereais como trigo, centeio, cevada e especialmente alfarroba. Palha que levantou o vento e foi muito irritante porque entrou nos olhos e até no cazuelo da salada no lanche. No cazuelo havia pepino, pimenta, tomate e cebola. Foi perfurado e o que saiu porque era profundo e o conteúdo não foi visto. O que preferimos foi o tomate.

  
genitivo absoluto
  6

Construção gramatical do grego, equivalente a uma sentença subordinada circunstancial e semelhante à ablativa absoluta do latim. O sujeito concorda em tudo com o verbo em genitiva de um particípio, mas este assunto terá que ser diferente do verbo da frase principal. Pode ser traduzido por um gerúndio ou por uma sentença subordinada adverbial. Por exemplo: Alexandros thanontos , panta etarachthe : Quando Alexandre morreu, tudo desmoronou.

  
consensua
  6

Deve ser escrito consensual. É a terceira pessoa do singular do presente indicativo ou segundo singular do imperativo do verbo concordar, concordar, concordar, adotar uma decisão comum. Deve ser acentuado quando o ditongo quebra e forma um hiato no qual você e o fim pertencem a diferentes sílabas. Então, nesta palavra temos 4 sílabas: a-te. nú-a . Se não carregassemos um tilde no u teríamos 3 sílabas: a-te-nua . Também teríamos 3 sílabas se considerássemos uma palavra afiada, mas depois escreveríamos a-te-nuá.

  






Siga pt.significadode.org no Facebook  Siga pt.significadode.org no Twitter  Siga pt.significadode.org no Google+  Siga pt.significadode.org no feed